Postagens

Câmara define a comissão que poderá investigar denúncia de cobrança de 'pedágio' contra o vereador Maninho cem por cento

Imagem
Na sessão desta quinta-feira na câmara municipal de São José dos Campos, foi escolhido o nome dos parlamentares que devem investigar as denúncias contra o vereador Maninho cem por cento.
Os nomes dos vereadores foram escolhidos por sorteio. São eles, vereador Esdras Andrade, Roberto do Eleven e Lino Bispo. Todos os 3 sorteados são da base aliada do governo, lembrando que o vereador Maninho cem por cento também faz parte da comissão de ética, ele é suplente do vereador Marcão da Academia, o vereador Lino Bispo é o presidente da Comissão de Ética.
Agora, os três parlamentares vão investigar o caso e criar um novo relatório, que vai pedir a cassação ou o arquivamento. 
Se eles decidirem investigar Maninho cem por cento, e for pedido a cassação do parlamentar, o caso vai à plenário para ser votado pelos demais vereadores.
Sobre: Maninho Cem por Cento
Partido: PTB (Partido Trabalhista Brasileiro)
Dados Pessoais: Silvio do Carmo Camargo, nascido em 30 de setembro de 1962 em Ivaiporã (PR). Comerci…

Falta de segurança para quem trabalha como motorista do aplicativo Uber, foi tema na sessão desta terça.

Imagem
Na sessão desta terça feira 4/12, os vereadores analisaram e votaram cerca de 500 documentos. Entre eles, foram aprovados 342 requerimentos e moções que estavam na pauta para votação. Parte desses documentos pede serviços gerais de manutenção na cidade, segurança nos bairros e intervenções no trânsito. Foram rejeitados os requerimentos 3857, 3867, 4035 e 4141. Na tribuna, os vereadores falaram da falta de segurança para quem trabalha como motorista do aplicativo Uber; programa de aluguel de bikes; castração gratuita do município; lançamento do nano satélite desenvolvido pelo ITA e o Dia Internacional de Luta Contra a Aids. Na saúde, o debate foi em torno do fim do convênio da prefeitura com o Provisão e o Hospital Antoninho da Rocha Marmo. Os vereadores também abordaram assuntos relacionados ao esporte, como a revisão da LIF (Lei de Incentivo Fiscal), investimentos em categorias de base, competições de natação e de taekwondo.

Vereadora Renata Paiva foi a única a votar contra, entenda.

Imagem
Na sessão da última quinta feira a Câmara aprovou, com um voto contrário, o projeto de Lei 400/18 encaminhado pela prefeitura municipal, que define a receita e fixa as despesas para a administração municipal para o ano que vem 2019.
Dos 21 Vereadores, a única a votar contra o projeto foi A Vereadora Renata Paiva. A vereadora aponta a falta de transparência como foi apresentado o projeto, e a liberdade dada ao prefeito Ramuth, que poderá gastar 20% do orçamento total de 3 bilhões de reais, quase 600 milhões sem passar por votação na câmara e sem ouvir a população para o uso deste dinheiro. 
A vereadora Também criticou o artigo 8 do projeto orçamentário, que dá total poderes ao prefeito para executar obras de estruturação e infraestrutura na cidade, sem prévia consulta popular, sem cronograma para as obras, e sem teto de gastos. Deram um cheque em branco para o prefeito fazer o que quiser com nossos impostos, diz a vereadora A vereadora também apresentou 3 emendas para o projeto, pedindo m…

Duplicação da Ponte Maria Peregrina será entregue até 15 de dezembro

Imagem
O Prefeito de São José dos Campos,Felicio Ramuth anunciou que as obras de duplicação da ponte Maria Peregrina que começou em 2016, e liga Santana aos demais bairros da região norte da cidade, será entregue até o dia 15 de dezembro de 2018
As obras, deveriam ter sido entregues a população no mês de agosto de 2018. mas segundo o prefeito, a ponte que já existia tem quase 50 anos, e, a tempos não passava por manutenção.
Não seria justo entregar a obra sem as devidas reformas na estrutura da ponte antiga. afirmou o prefeito.
Segundo a prefeitura, a mudança de projeto da tubulação de gás da empresa, gerou economia, por isso a ponte antiga pôde passar por uma reforma maior, sem alteração do orçamento inicial,em torno de 15 milhões de reais.
Também será feito bem feitorias no entorno das pontes, como academia ao ar livre e urbanização.
A obra deverá beneficiar cerca de 60 mil moradores, e terá 3 pistas de rolamento, ciclovia, e passagem segura para pedestres.Neste ano a região norte passou pelo m…

Entenda como o Ministério da Saúde arquitetou o financiamento à ditadura em cuba

Imagem
Esta reportagem de 2015 feita pela TV BAND, mostra como o Ministério da Saúde de Dilma Rousseff arquitetou o projeto do " Mais Médicos" no Brasil. Fica claro na reportagem que o programa teria sido criado para financiar a ditadura Cubana.

Programa Cidadão Fiscalizador do Trânsito pode ser a solução.

Imagem
O projeto de lei 150/18, apresentado pelo vereador Prof. Calasans Camargo (PRP), autoriza a prefeitura a criar o "Programa Cidadão Fiscalizador do Trânsito". O cidadão que observar uma infração de trânsito poderá enviar uma notificação à Secretaria de Mobilidade que avaliará e, constatada a infração, encaminhará ao proprietário do veículo. O intuito é educativo, o motorista não receberá uma multa ou cobrança de valor. De acordo com a proposta, os recursos para a aplicação da lei correrão por conta de convênio com o Fundo Nacional de Segurança e Educação no Trânsito. Segundo o vereador, o objetivo é proporcionar um trânsito mais seguro. “Esta correspondência apenas alertará o motorista sobre a infração cometida e, como esperamos, auxiliará na conscientização e na promoção de uma cultura do uso correto das vias públicas”, justifica. O projeto foi lido na 17ª sessão ordinária e passa pelas comissões permanentes de Justiça e Redação e Transportes. Câmara SJC

PREFEITO FELICIO FAZ MANOBRA PARA MANTER 292 CARGOS CONTESTADOS PELA JUSTIÇA

Imagem
Para tentar driblar a decisão da Justiça de cortar 292 cargos comissionados na Prefeitura de SJCampos, o prefeito Felicio tenta a mesma manobra do prefeito Ortiz, do PSDB de Taubaté, de mudar os nomes dos cargos para manter os comissionados no governo. Ele encaminhou projeto à Câmara (que deverá votar o projeto na próxima quinta), que extingue os 292 cargos, mas cria outros mesmos 292 cargos comissionados com outro nome. Agora tem até 56 assessores para assessorar assessor.  Saiba mais: